sábado, 21 de março de 2009

VERDES CEDROS, TARDES DE VERÃO



Magnifica serenidade
Se reflete em teu olhar.
Sonhas com fadas nos bosques,
Com ninfas no azul do mar
Com montanhas alterosas
Banhadas pela luz do luar.
Das encostas verdejantes
Tens saudades de trepar.
Amigos, que cá deixaste
Anseias por abraçar,
Longe da Ilha dos Amores,
Amor, foste encontrar.

Sem comentários: