sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Atelier do Património Cultural em Machico

Com a inauguração da exposição de 'Atelier do Património em Machico', estão dados os primeiros passos para que dentro de pouco tempo o município de Machico se associe ao Roteiro de Património Imóvel Arqueológico da Região. A ambição ficou expressa ontem, na abertura do certame no Solar do Ribeirinho que contou com a presença do presidente da autarquia, Emanuel Gomes.

A edilidade pretende apoiar o Centro de Estudos de Arqueologia Moderna na divulgação e conservação do extenso espólio existente. Preservar a sua identidade cultural é uma dos principais motivos da iniciativa.

Ontem, no âmbito do programa Juventude em Acção, o Solar do Ribeirinho, apresentou uma exposição que estará patente até final do ano e que poderá ser apreciada semanalmente e em horário de período laboral.

De acordo com Hugo Sousa Vieira, um dos técnicos responsáveis pela iniciativa, "o projecto surge após a constatação da necessidade de divulgação de uma área do património cultural especificamente o arqueológico", atendendo que se trata de "um tema pouco explorado na Região" e que no seu entender "é pertinente a sua abordagem integrando activamente a sociedade, em particular os jovens", sublinhou o coordenador, minutos antes da abertura do evento, que estará patente até fim do ano e que contou com a presença do presidente da autarquia.

Destaque para alguns do conjunto de trabalhos serem da autoria de um grupo de alunos, portadores de deficiência, pertencentes ao Centro de Actividades Ocupacionais de Machico. O restante espólio, é constituída por estudantes de outros estabelecimentos de ensino do município.
Fonte: DN Funchal de 15 de Outubro de 2010

Sem comentários: