segunda-feira, 1 de novembro de 2010

O TEMPO E AS ARCAS

Foto CAM


Existem duas arcas semelhantes!
Resistiram ao tempo, foram embaladas pelas ondas e viajaram em veleiros até aportarem à Madeira. Serviram para guardar enxovais, paramentos, roupas diversas. Resistiram às tropelias da criançada. Fechava-me dentro destas escuras madeiras, ao fugir dos amigos quando brincavamos às escondidas. Serviam de abrigo em "dias de tormenta", quando as palmadas podiam ouvir-se na atmosfera pesada de um castigo. Por fim, ficaram imóveis sem destino e sem vozes que as acariciassem as longas madeiras negras. Quantos segredos; quantos brinquedos, e quantos sonhos dentro duma caixa que o tempo teima em conservar.
Esta ainda serve os paramentos da capela, abandonada um pouco à sorte pelo destino infortúnio de uns, desprezo de outros, merecia mais respeito por aqueles que com carinho as respeitaram ao longo dos tempos. ÀS DUAS!...   

Sem comentários: